MAGODALUZ

Casa da Luz
Cursos
Agenda
Atendimentos Gratuitos
Indicador Profissional


Fraternidade Branca
Mestres Ascensionados
Implantes
Cromoterapia
Chakras
Dimensões de Consciência
Manual para Ascensão
Corpo de Luz
O Rosto do Anjo
Kryon
O Caibalion
Atlantida
Crianças Índigo
Elementais da Natureza
Crianças Cristal
Mantras
Última hora - Anexo sobre Chico Xavier

Esta Divulgação 33 já estava pronta para a gráfica quando assisti uma entrevista/reportagem no Fantástico da Globo, 29/06/03, sobre o saudoso irmão, Francisco Cândido Xavier.

Tratava-se da reencarnação de Allan Kardec, o Codificador da doutrina espírita, como Chico Xavier, ou seja, que Chico foi Kardec reencarnado. Quanto ao que pensei sobre o assunto não vem ao caso, mesmo porque, minha opinião em algo tão grandioso, seria como um grãozinho de areia numa imensa praia.

Quando acordei lembrei-me, instantaneamente, do assunto e achei que o momento era propício para publicar umas comunicações de Chico em nossa Casa Espírita, nesse primeiro semestre, como fizemos com a Divulgação - 31.

"O espírito sopra onde quer."

Não idolatramos o Chico em vida física e nem agora no plano espiritual.
Nunca nos concentramos para evocá-lo. Amamos e respeitamos esse irmão que com sua fé, simplicidade e humildade conquistou espontaneamente, o coração de milhares e milhares de criaturas.

Das suas abençoadas obras através da mediunidade bem cultivada e brilhante, eu destaco as que mais me impulsionaram na escalada evolutiva: as magnificas revelações de André Luiz, as maravilhosas obras de Elmano e as histórias e crônicas extraordinárias do Irmão X. Talvez, por essa minha admiração e gratidão, pela legado imenso que nos deixou, ele "soprou" em nosso Grupo, para os que tem olhos de ver e ouvidos de escutar. A estes companheiros de lides espirituais dedicamos as mensagens recebidas, mesmo porque os "tempos já são chegados".

Margarida _ GESH, julho de 2003
Chico Xavier e a Verdade

Caras irmãs,

Sobre a Terra dediquei-me a cumprir os ditames a mim destinados pela Misericórdia Divina.
Minhas horas foram dedicadas ao trabalho mediúnico, no esforço por receber as obras constituídas pela força do amor fraterno. Por maior que seja nosso esforço quando encarnado, ainda é embaçada nossa visão da realidade espiritual.

Soubera eu o cenário com o qual deparam-se os seres desencarnados, maior carga de tempo e esforço pessoal dedicaria à Obra do Pai.

Debatem-se desesperados filhos e filhas da frieza do mundo atual. Debalde são envidados esforços de socorro a almas ignorantes da vida espiritual. Por toda a parte impera o preconceito, e o orgulho de mãos dadas ao egoísmo solapando todas as possibilidades de uma profissão de fé restaurar a saúde dos homens.

Tomado de extremo torpor diante da imensa desolação em que se transforma a vida extra-física, fui contatado por seres que se identificaram como extraterrestres e um deles, homem alto e de firmeza indiscutível, afirmou tratar-se do Comandante de todas as Tropas Estelares em trabalho no nosso planeta. Disse-me chamar-se Áshtar Shéram. Orientou-me a vir ter convosco, pois de alguma forma devo auxiliar na divulgação das realidades extras e intraterrenas na Terra.

Por aqui há pressa e tudo está acelerado como num dia de chuva em que todos correm para socorrer seus pertences, livrando-os da enxurrada.

Portanto, humildemente e conhecedor das leis do intercâmbio entre os mundos, coloco-me ao vosso dispor identificando-me desde já com a forma simples e objetiva de trabalho do vosso Mestre Ramatís.

Sou um humilde Servo do Senhor, colocando os dons desenvolvidos em vida, à serviço do Bem. Salve o Amor.

Chico

Nesse ponto o canal fez uma prece ao Mestre Ramatis pedindo orientação, pois não se achou com as credenciais para receber de Chico uma revelação como vimos. Mas quem respondeu foi o próprio Chico.

R - A idolatria nunca foi mesmo um bom caminho. Creio que, se eu tivesse usado um pseudônimo não estaríeis estranhando minha presença. Porém, já não nos é dado esconder as verdades atrás de esconderijos e deveis enfrentar vossas tarefas com desprendimento, desapego e coragem.

Sou apenas mais um a juntar-se a vós que já são muitos. - A médium responde mentalmente: - Muito bem, senhor, perdoe-me. Doravante procurarei encarar com naturalidade vossa presença.

R - Assim está melhor. Para vós serei apenas Chico.

Chico Xavier – GESH – 25/04/03

A lógica do Mestre Kardec (Viagem Astral). Fui levada a um lugar que parecia uma assembléia. Na tribuna havia um homem de pé falando sobre as imagens que apareciam em um enorme telão. Eram cenas de batalhas espaciais onde naves do Comando Ashtar afastavam da Terra outras naves menores, invasoras do nosso espaço. Ataques maciços e intensos de seres trevosos ligados mentalmente aos reptilianos eram lançados contra as Forças da Luz. (Obs.: ler Divulgações n° 22 e 27 que fala sobre os reptilianos). Depois do combate no espaço surgiram na tela nosso GESH reunido em vigília naquele momento e outros grupos espiritualistas espalhados pelo mundo. Eram apresentados ao público presente.

Na medida em que via, também ouvia a voz da pessoa que me parecia um velho conhecido, todavia, não conseguia lembrar quem e de onde. Também, senti fortemente a presença de Chico apesar de não vê-lo no recinto. Narro a seguir tudo que ali se passou. Alguém falava:
..."Irmãos, vedes como labutam as criaturas que constituem esse pequeno grupo de encarnados? Mesmo tendo suas memórias adormecidas, buscam cumprir os designios de Deus, procurando alimentar sua fé pela força do estudo e do trabalho abundante, renunciando as facilidades da vida moderna.

Existem ainda na Terra muitos grupos de pessoas assim dedicadas a manifestação do Amor de Deus? (depois de uma boa pausa, continuou). Então, o que devemos fazer? Cruzar os braços diante dos descaminhos da grande massa humana que transita cega pelas ruas terrenas?

Não, irmãos. Vedes, tudo está ligado. No espaço trabalham Seres extraterrenos mantendo a proteção da Terra para que não piore ainda mais o teor de miasmas asfixiantes em volta do planeta. Impedem com a força de seu trabalho que mais mentes perversas juntem-se àquelas que já coabitam com os humanos.

Outros, mesmo sob o peso da difícil hora que vive o mundo, lutam por fazer presente entre os homens as mensagens de amor profundo por todos os seres.

Então, o que direis? Que são loucas essas mentes? Não, isso não é certo! Loucos estão aqueles que diante de todas as evidências não são capazes de raciocinarem à luz da doutrina que professam, a lógica dos tempos chegados. Erguei-vos irmãos, confrades espíritas, do comodismo rançoso a que estais vos entregando.
Não codifiquei o conjunto de orientações a que denominais Espiritismo para que sobre ele apoiassem preguiçosamente vossas mentes milenares e renitentes no erro.

A Codificação, a qual tive a grata felicidade de participar como intérprete material, de verdades sublimes, vos foi ofertada para que pudésseis dominar e adiantar vossos passos em direção à condição de seres angélicos. Destitui-vos dos preconceitos pois estes não encontram nos acontecimentos atuais justificativa alguma, senão, única e exclusivamente, criação fácil de vossas mentes para justificar o comodismo letárgico a que vos entregastes.

O espírito sopra onde quer. Sou aquele que em vida, fui chamado Leon Denizard, apresentando-se à sociedade da época como Allan Kardec e encontro-me hoje no plano espiritual, retomando os trabalhos de renovação dos conceitos disseminados por mim através das obras doutrinárias organizadas ainda em vida.

Vinde ter conosco, espíritas. Muito temos que avançar!

Allan Kardec – GESH - Festival de Wesak – Pedra Azul – ES – 17 05/03

Chico Xavier e sua humildade

Desce Kardec da tribuna e sobem mais dois oradores. Ouço o que falam.
Senhores, muito boa noite!

Acredito que já me conhecem. Ao menos pelo barulhinho que ouço, creio que já ouviram falar de mim. Risos na platéia!... Este aqui, apresenta o personagem ao seu lado, é meu novo amigo e seu nome é Áshtar Shéram. Talvez para alguns este nome soe familiar, outros aqui presentes podem até mesmo já ter ouvido falar sobre ele.
Aqui estamos para apresentar-vos o Plano de Deus para o planeta Terra.
Nas publicações que tive a grata satisfação de colaborar, emprestando meu corpo, ora a mente, ora apenas braços e mãos, revelaram para os espíritos muitas verdades relativas ao passado, aspectos da vida e personalidade dos seres humanos, as implicações de seu agir sobre a roda reencarnatória e suas conseqüências para o presente momento dos homens.
Poucas vezes pudemos nos aprofundar na exploração de temas como a vida fora da Terra e o futuro do planeta e sua humanidade pois não era esse nosso planejamento. Contudo, desencarnado fui convocado a prestar humilde colaboração nas lidas das verdades sublimes do Evangelho que abre os olhos dos homens para o futuro que está próximo.

Procurado pelo Comandante Ashtar, tomei consciência do estágio atual em que se encontram as atividades de resgate planetário, os confrontos entre as forças do bem e do mal, extensão da ignorância que campeia entre vós, seres humanos encarnados. Diagnosticada a doença, cabe-nos labutar para tratá-la; e contra a ignorância, só há um remédio eficaz: o conhecimento. Disseminar o conhecimento da vida extra e intraterrena entre os seres da superfície é imperativo nessa hora; portanto, contamos convosco no sentido de fazer multiplicarem-se, chegarem ao maior número possível de criaturas as informações disponíveis sobre o assunto e que, paulatinamente, serão a vós encaminhadas e apresentadas em encontros como esse que se repetirão constantemente.

Deixo-vos agora com o comandante Ashtar Sheram para vos apresentar o plano em questão, ao final, estaremos todos à disposição para esclarecimentos.

Muito obrigado.

Chico

GESH, Festival de Wesak, 17/05/03 – Pedra Azul - Domingos Martins - ES
Palavras do Comandante Ashtar Sheram

Senhoras e senhores:

Alardeiam entre vós, vozes tolas e infrutíferas do preconceito. Há muito vem a Espiritualidade Maior derramando sobre vós a luz do entendimento a respeito da vida extraterrena, porém, qual viajores em férias, passais por elas com total negligência e descaso.

Poucos dentre vós detêm o olhar curioso sobre o assunto, mais raros ainda aqueles que se interessam e buscam conhecê-lo mais profundamente. Entretanto, aproxima-se a largos passos a hora de enfrentardes a realidade. Convocamos a todos para que a descortineis diante de vós.

Removei o triste e pesado véu que o incapacita de ver e sentir a luz que vos chama.
Reconhecei vossa diminuta presença no "Universo" e colocai-vos humildemente a serviço do Arquiteto Maior, pois Sua obra é imensa e necessita de muitos trabalhadores.
Vindes ter conosco e vos capacitaremos a servir.

Comandante Ashtar Sheram – Festival de Wesak, 17/05/03

Nesse momento uma vibração altíssima invadiu o ambiente e todos se sentiram flutuar. Tudo brilhava e os irmãos presentes foram envolvidos numa energia especial que os fez acessarem "os registros akáshicos". Em segundos, receberam informações sobre seu passado, presente e futuro e seus corpos foram tocados por entendimento indescritível das realidades espirituais. Foi-lhes dado conhecer sobre muita coisa, em pouco tempo.

Quando terminou a sessão eles volitavam atordoados. Receberam então um tratamento para fixação do conhecimento transmitido e foram reconduzidos aos seus corpos para recordarem em vigília e ouvirem dentro de si as vozes que lhes falaram durante a noite. Só então pude notar com maior clareza que o pequeno grupo de pessoas, aproximadamente umas 30, eram dirigentes espíritas na ativa e que possuem posições de comando dentro da Federação Espírita Brasileira.

O canal , 17/05/03
Nos Santuários Espíritas (Alguns dias depois do Festival de Wesak)
Vi Chico a nos observar enquanto fazíamos, em nossa Vigília, a leitura do livro acerca de sua passagem para o mundo espiritual. Depois, me pegou pela mão e levou-me a um prédio frio e de pouca "luz". Fez-me entender que ali era a sede de uma Federação Espírita. Em seguida, começou a falar:

Nos santuários espíritas o que vemos instalada é a sombra da dúvida, com espíritas ainda Tomés. Como não conseguem apalpar o espírito comunicante duvidam do pobre médium que se desdobra por ser o mais fidedigno possível ao espírito que se comunica. Gostariam esses irmãos que retrocedêssemos às "mesas girantes" onde a interferência mental seria nula ou que as "materializações luminosas" fossem fato corriqueiro, onde seus olhos no afã de ver e mãos no afã de tocar comprovassem na sua tacanha e pobre fé, a veracidade das manifestações.

Não alcançaram os confrades a extensão e profundidade do que já lhes foi exposto, preferindo a dúvida e estagnação à crença salutar, ao estudo profundo e ao entusiasmo da evolução operosa.

Que adiantaria aos confrades saber a identidade de cada espírito reencarnado, se duvidam das manifestações corriqueiras dos espíritos sofredores e carentes dentro de suas casas espíritas a ponto de cercear-lhes a presença?

Que descubram por si mesmos o grande equívoco e transformem-se em seareiros do Bem, espalhando a semente da Boa Nova com fé renovada. Sob as bênçãos de Deus e a Luz do Mestre Jesus, também ver-se-ão um dia, expoentes da Fé que hoje apenas cultuam na vaidade.

Salve Jesus, o Meigo Amigo de todas as horas. Salve a Força da Luz.

Chico

GESH, 31/05/03 – A Obra do Cristo não pode parar

Conduziram-me até uma praia muito longe. Apesar do calor, uma brisa fresquinha soprava agradavelmente. Por trás da praia havia uma floresta bem verde, muito bonita, todavia não consegui localizá-la. Alguém começou a falar comigo: "É preciso continuar o trabalho. A Obra do Cristo não pode parar.

Cultivai em cada coração a mensagem do amor ao próximo! Não deixeis apagar a chama acesa. Aqui e ali, soprai o fogo, para que queime renovando os seres. Dediquei toda a minha vida a isso e agradeço a Bondade Infinita do PAI que me permitiu trabalhar nessa seara bendita. Aos espíritas, irmãos e confrades deixo-lhes a obra dedicada ao Pai e, na derradeira mensagem, quando chegar o meu dia do grande chamado, desperdir-me-ei, pedindo perdão por não ter tido mais a ofertar.

Suplico que procureis em tudo quanto façam, buscar incansavelmente a força da união, da compreensão e da tolerância mútuas. Não julgueis uns aos outros, sois todos irmãos e vosso aprendizado tanto melhor será quanto mais puderdes trabalhar em conjunto, com braços fortes e unidos, a amparar as hostes de espíritos infelizes que vagueiam perdidos nos umbrais terrenos.

Vou, mas deixo-vos meu eterno amor e gratidão, pelo quanto me ofertaram de apoio, estímulo e paciência.

Seu irmão, Chico."

Obs.: Como a médium que o visitou, por um rápido instante, duvidasse da autenticidade do que estava acontecendo, ele continuou a falar: "Filha, não tenhas tantas dúvidas. Entrega-te! É bom servir, amar e perdoar, pois somente com esse aprendizado deverás ocupar tua mente; tudo o mais é desnecessário depositar nesse receptáculo bendito.
Suplanta as dificuldades, alimentando a fé no serviço regenerador. Trabalha mais, quanto mais dúvidas surgirem, até que, cansadas de implorar respostas, desistam de gritar e passem também a servir. Não tenho as respostas que me pedes, somente compreendo que chegou a hora de partir e sigo em paz, graças a Deus, melhor do que mereço, pois já me vejo cercado de luzes maravilhosas! São tantos os amigos que há muito não via, que até me sinto em casa, familiarizado com suas presenças. Sei que estarei bem.

Ao mundo físico deixo minha eterna gratidão pelas inúmeras e proveitosas lições dispensadas a quem muito pouco merecia.

Como não posso dizer adeus, deixo a todos um até breve. Chico."

Fonte: http://www.extraseintras.com.br/mensagens.asp#

Amigo (a) precisamos de sua colaboração na divulgação desse site a seus amigos. Muito obrigado e muita Luz em sua vida!

Palermo & Amigos

Atendimento em sessões individuais em Santos.
Av. Ana Costa nº 484 - cj 1020. Santos/SP.
Tel.: (13) 3289.1230



 
Se algum link do site não abrir fale comigo pelo email - estilonet@estilonet.com.br
Estilonet