Terapia de Reprocessamento Cerebral

29 e 30 de Julho


Terapia de Reprocessamento Cerebral

Olá, a terapia de reprocessamento cerebral, é o resultado da união de diversos métodos terapêuticos, que venho estudando e aplicando desde que me tornei terapeuta holístico, há mais de vinte anos, quando vivenciei um quadro feroz de pânico, por um tempo que pareceu infindável.

 

Como obra do destino numa determinada tarde, acabei conversando via internet com uma moça, que vivia um drama terrível, e que estava por leva-la a tirar a sua própria vida.

 

A conversa foi boa para ambos os lados, pois eu era prisioneiro de mim mesmo, e ao facilitar a libertação daquela moça, por intermédio dela, muitas outras pessoas passaram a me procurar, para conversar, a principio em salas de bate-papo, que eram muito comuns naquela época, no final dos anos 90.

 

Ocorre que essas pessoas iam saindo de seus quadros traumáticos, que envolviam, pânico, depressão, ansiedade e fobias diversas, e eu por minha vez, continuava exatamente na mesma.

 

Até que percebi que simplesmente nada mudava em mim, porque eu mesmo não fazia o que sugeria às pessoas que fizessem. Elas faziam sem pensar e ficavam bem. Foi uma espécie de parto, em função da dor sobre-humana que senti, ao ter que dominar o meu ego, que não queria nenhuma mudança em minha vida, pois naquele momento o padrão “ô coitado de mim era o que imperava”.

 

Quando consegui vencer aquela muralha, de quilômetros de espessura, que me distanciava do mundo real, foi como se eu tivesse nascido novamente. Só que desta vez, direito.

 

Desde então, fui me envolvendo mais e mais com pessoas e grupos socorristas, humanos e extrafísicos, a ponto de me capacitar profissionalmente, para aquilo que eu trouxe à tona de minha infância, quando estudava os poderes da mente, hipnose e radiestesia, que ficaram muito claros, ao socorrer aquela moça na sala de bate papo.

 

Comecei a criar gosto por trabalhos junto às pessoas, que estavam com as suas vidas por um fio, através desses grupos socorristas aos quais me referi acima.

 

Um dia dei por mim, e estava realmente um terapeuta, lendo, estudando cada vez mais, e colocando em prática todas as informações e as técnicas integrativas que passava a conhecer, com o firme propósito, de auxiliar as pessoas a se libertarem de suas próprias sombras, da mesma forma que eu consegui fazer comigo.

 

Assim surgiu a terapia de reprocessamento cerebral, que venho expondo a algum tempo, a qual passo a ensinar a profissionais da área de saúde, e também às pessoas que por ela se interessem.

 

Todo esse meu trabalho, é baseado em técnicas que se tornaram sólidas, por serem cuidadosamente aplicadas, por pessoas profundamente comprometidas, com a cura dos traumas seculares e milenares, que vivemos incessantemente há tantas encarnações sucessivas.

 

É uma brilhante técnica holística, que nos permite tratar, informações sombrias, armazenadas no registro akáshico humano, que por serem sutis, não conseguem ser acessadas pela medicina ocidental, nem por nenhum outro método conhecido, com tanta rapidez e eficiência. Com esta técnica, conseguimos destravar partes importantes da história de uma pessoa, e permitir que ela viva.

 

Este trabalho é estruturado em terapias baseadas no cérebro, e em nossos corpos mental e emocional. Ele envolve um pouco do trabalho de cada um dos profissionais, que empenharam e empenham as suas vidas, em encontrar meios de auxiliar as pessoas, a terem uma melhor qualidade de vida.

 

Dentre esses profissionais estão: Franz Anton Mesmer, médico, que deu origem à técnica hipnótica que leva hoje o seu nome, mesmerismo; Milton Erickson, psiquiatra, impulsionador do que hoje chamamos hipnose clínica e hipnose conversacional; Erimá Moreira, impulsionador da técnica alfagenia; Francine Shapiro, psicóloga, criadora da técnica emdr; David Grand, psicoterapeuta, criador da técnica brainspotting; Merrill Bowan, neuro-optometrista, criador da terapia de convergência visual como uma manobra vagal; Peter Levine, psicólogo clínico, criador do método experiencia somática; e Stephen Porges, neuropsiquiatra, criador da teoria polivagal.

 

Reprocessamento cerebral representa então, a integração entre as técnicas que citei acima, que leva as pessoas a focarem as suas atenções, em fatos inconscientes que as atrapalham, para imediata solução.

 

É um método simples, uma ferramenta fisiológica com consequências psicológicas, que funciona através de movimentos oculares, guiados por um terapeuta treinado, em que é estimulado o nervo vago da pessoa tratada, lhe gerando alivio imediato, em geral, já nos primeiros trinta a sessenta segundos, do primeiro atendimento, e com resultados duradouros.

 

Portanto, já no primeiro atendimento ao paciente, se não eliminamos completamente os efeitos traumáticos, e seus ciclos viciosos, relativos à esta existência, assim como a outras encarnações suas neste planeta, os aliviamos substancialmente, proporcionando-lhe uma melhora significativa, em muitos aspectos de sua vida.

 

Estarei ensinando este método terapêutico no próximo final de semana, nos dias 14, 15 e 16 de janeiro, em uma imersão, com mais de 20 horas/aula. E se você tiver interesse em obter maiores informações, peço que envie uma mensagem para o WhatsApp que deixarei a seguir, assim lhe passo toda a programação do curso, e também o seu conteúdo programático. Contato para inscrição: 13 99116-0196 (tel/whatsapp)


VOLTAR